sexta-feira, junho 22, 2007

Cada um paga o seu







9 comentários:

As partes interessadas disse...

Áauuuuu... Dói só de ver...

Lets disse...

Vem cá, Túlio, você já não colocou essas fotos aqui antes, hein?

Renatinha! disse...

Olha, encontrei um candango! Legal!

Tenho um bando de parentes ai, qse nasci em BSB, infelizmente meus pais tiveram a triste ideia de mudar p/ Cuiabá! =(

Adorei seu blog!

Qdo puder passa no meu!

Bjs

Fábio Max Marschner Mayer disse...

Se vender bem o corcelzão, quem sabe dê para pagar o parafuso da roda da Ferrari, não é?

Túlio disse...

Lets: não, essas são outras.

Renatinha: Sou de BH e agora tô em brasólia. Mas tô gostando (apesar da vizinhança...).

fábio: acho que nem o parafuso.

tom paixão disse...

eu diria (ja disse): foda-se, vai cobrar na justiça.

tom paixão disse...

na boa, falando quase sério: deve ser horrível ser rico no brasil. tá, tem seguro.
mas e o tempo que voce fica sem seu carro euquanto as peças não são encontradas?
um corno bateu em meu palio weekeend 98.
fiquei um mes sem carro.
e a oficina, cheia de posse e página na net, o entregou todo arregaçado.
crendospadre!

Fábio Max Marschner Mayer disse...

É Tom,

Nessas horas, é bom ser pobre como nós mesmo...ahahahaha... Fiz uma enorme de uma cag... entrei numa preferencial sem olhar e um Gol me arrebentou toda a lateral do carro. Tive que pagar o conserto dele e o meu e atpé não foi caro, porque Gol é como fusca, é tudo baratinho e consertável sem maiores problemas, e o Ká é de plástico para todos os lados.

O conserto do meu carro levou 36 horas contadinhas a partir do acidente...

Lets disse...

Ontem um carrão desses (nem me pergunte o modelo, só deu pra ver que era caro!) me fechou. Estava eu primeirona no sinal fechado, o cara passou pela minha frente e imbicou para entrar à direita, como eu ia fazer. Nesses casos, assim como quando fico emoldurada por mil motoboys, deixo todos eles passar primeiro. Não quero nem saber das buzinas. Vai, vai, passa tudo antes que eu vou depois.