sexta-feira, fevereiro 01, 2008

Dias de tambor

Carnaval é uma festa pagã e, na maioria das vezes, uma festa paga.

Por isso, não é uma festa “do povo”, como se acredita. Mas uma festa da Zelite, a única que tem dinheiro pra pagar o cobrado por um abadá.

Abadá, para quem não sabe, é uma camiseta feita de um pano bem fajuto, normalmente com uma imensa propaganda de cerveja estampada, e que dá direito à Zelite se espremer atrás de um trio elétrico, que provavelmente vai deixá-la surda por uma semana – já que toca uma coisa vagamente parecida com música a todo volume –, separada do povo por um cordão de isolamento feito por armários mau humorados.

Eu particularmente não entendo como isso pode ser divertido.

De qualquer forma, não sou Zelite, mas confesso que pagaria o dobro pra ficar longe daquilo.

Por isso, eu e meu amigo Wellirdson, que também não é Zelite, tínhamos que achar outra maneira pra aproveitar o feriado. Foi quando tivemos uma brilhante idéia. Me lembro como se fosse anteontem.

Há dois dias, eu e meu amigo Wellirdson conversávamos sobre o que fazer. Depois de muito não pensar, resolvemos repetir a festa que fizemos no ano passado, já que ninguém se lembrava dela mesmo. Nem dela, nem de nada do que aconteceu naqueles dias. Se é que aconteceu.

Para ilustrar, vejam um vídeo do meu amigo Wellirdson, feito ao meio dia da quarta feira de cinzas, quando ele saiu direto da festa pro trabalho.







Nos vemos de novo na quarta feira. Se eu sobreviver...

21 comentários:

malu disse...

Eh por isso que nao ando de bike.
bom carnaval para todos, sea Zelite ou seja povao.

Fábio Mayer disse...

ô bicicleta pesada pra caramba!

Bom carnaval a todos... mas temperança não faz mal a ninguém...

Vivi disse...

O vídeo travou na metade,então fiquei com dúvidas: para qual hospital ele foi levado depois de ser atropelado? Já está melhor?

Quanto ao carnaval: EU AMO!
Já preparei minhas fantasias e sim, ainda existe carnaval do povo. Pelo menos aqui no Rio você pode brincar o carnaval na rua, sem abadá, sem corda, sem ter que se afiliar a nenhum partido. Lógico que para quem gosta de espetáculo, tem o desfile das escolas de samba, já foi mais democrático, mas ainda é uma coisa bonita de se ver (um dia eu ainda desfilo rs). Para quem gosta de luxo e glamour (e pode pagar por isso), tem os bailes do Copacabana Palace. Para quem só quer sacanagem e libertinagem, os bailes do Scala.
Então, tem para todos os gostos e bolsos. rs
Nos próximos dias estarei nas ruas, nos blocos (principalmente os diurnos) cantando, sambando e me divertindo muuuuuuuuuito!
Espero que o carnaval de vocês seja tão bom quanto quero que o meu seja. Mesmo que vocês não sejam foliões de carteirinha como eu e optem por descanso, sossego, sombra e água fresca. rs
Beijos e Evoé!

Luiz Lulla disse...

Inguarzinhu eu anu paçado...

Túlio disse...

Sacanagem é aonde mesmo?

palhaço disse...

Túlio, larga essa vida. Vem jogar xadrez comigo no Game Yahoo. A gente começa sábado à noite e só paramos na quarta pela manhã quando os paramédicos chegarem.

Túlio disse...

Tô sem internê em casa, Palhaço...

malu disse...

Todo mundo foi pra avenida?
Bom deixa eu pegar minhas tralhas, vou esquiar.
Ate segunda para quem aparecer.
bjs

hashmalim disse...

Adorei o comentario da Vivi! Pode crer "os bailes do Copacabana Palace" São realmente bons...Nunca curto o carnaval...Estou em um Pais que da certinho comigo nesse periodo (rsrsrs) Em fevereiro por aqui as preocupações estão voltadas pra viagens seja em pistas pra esquiar, quando a neve esta gentil...Ou viajar pra algum lugar que esteja fazendo sol...Prefiro as estações de hiverno...

Sobreviva Tulio!

Beijinhos

tita coelho disse...

eita bebedeira! rsrsrsrsrsrsr
Bom carnaval seu túlio! Juízo (rsrsrs)

Pata Irada disse...

Carnaval é uma festa deprimente!
Não gosto!
Detesto, ou melhor, odeio!
Todo o ano a mesma coisa e totalmente sem graça. Briga de entre as escolas de samba, desfile de narcisistas e vaidosos, exposição de bichos(as) exóticos (as), etc. Um saco! Músicas sem graça...Tudo de ruim e de mau gosto.

Melhor mesmo é entrar em coma.

Agora que já destilei, uma pergunta se faz necessária:
Porque o motorista do carro vermelho largou o outro com o bebum e deu no pé????

Leticia disse...

Por que bebum a gente não socorre, Pata Irada. Aprendi isso na marra. Uma vez eu e uma amiga encontramos um desses, caído no meio da rua, logo depois de uma esquina. Um carro poderia atropelá-lo assim, rapidez. Ligamos para a polícia, para a Santa Casa, e eles simplesmente não atendem casos assim. Depois raciocinei: claro. Se atendessem, não passariam seu dia fazendo outra coisa.

palhaço disse...

Eu também odeio carnaval.
Viu, Patinha Irada, temos algo em comum. Isso é um bom sinal?

Beijo, Leticinha.

malu disse...

Co, co, co,cooooooooo!

palhaço disse...

Malu, ó o respeito.

Leticia disse...

Beijo, Palhacinho.
Tadinha da Pata Irada, agora é com ela. Isso passa, viu, Pata? Não caia nessa de suco de uva. Esse cara muda de amores como quem troca de roupa!!!!!

Pata Irada disse...

Leticia,
eu, enquanto pata, não caio nunca. No máximo dou uns rasantes.

Leticia disse...

Rasantes fazem muuuuito bem. Mas, ó, não caia no conto "sou low como você, também não gosto de carnaval, prefiro um filminho com pipoca no sofá...". Mentira!!! Isso é só até o dia seguinte!!!!

Túlio disse...

Eu não gosto de carnaval, e adoro um filminho...

Baju disse...

... tá convidado, Túlio. Risos...

Pata Irada disse...

Não, o problema não é esse!