quarta-feira, dezembro 10, 2008

O Natal de Suzana - XV

Progéstenes, antes de se formar advogado e ter feito concurso para delegado, foi colega de academia de Polícia do Marcelo. Aprenderam juntos a lidar com as "adversidades" do dia a dia e assim, ficaram amigos. Sempre diziam que um dia, se continuassem malhando, com o corpo nos "trinques" iriam arrumar alguma coroa rica para, enfim, terem a vida digna que mereciam.

Ao receber a ligação solicitando sua presença na casa de Suzana aquilo lhe soou como uma intimação. Não gostava nada de participar dos mimos daquela velha desvairada. Fazia vista grossa para seus devaneios em nome da amizade que tinha com Marcelo. Sempre lembrava daquela vez que Marcelo espancou uma prostituta no motel e para tentar abafar o caso ganhou do amigo uma Magnun 357 cromada.

- Cabo!!! Cabo Romoildo!!! Ta me ouvindo rapaz!!! Pega as chaves da viatura que você vai a um lugar comigo! (Gritou Progéstenes ainda com o palito de dentes remanescente do almoço sambando em sua boca).

Chegando ao apartamento da Dona Suzana a cena que ele viu deu frios na espinha. Parecia o Set daquele filme pornô gay do qual participou, mascarado é claro. Holofotes ele contou 5. Fotógrafos tinha uns 3. Fora uma câmera filmadora toda bonitona com um grande decalque escrito "O Fuxico" que ele não entendeu muito bem.

Suzana está recostada no seu sofá de 7,35m no centro da sala de visita com um sorriso meio amarelo meio branco devido a um tratamento que interrompeu depois de ter clareado apenas os dentes de cima ("- Ficaram muito sensíveis, vou parar". Disse ela à época).

- Dr. Progéstenes, por favor, gostaria que o sr. estivesse presente para ouvir as declarações que preciso fazer. Meu adevogado está quase chegando. Por favor, espere. Sente-se nesta cadeira que ele me falou que em 5 minutos estará aqui.

- To bem aqui, Sra. Suzana. Espero o tempo que for preciso.

O advogado de Suzana rompe a porta que dá para o hall do apartamento com respiração ofegante e um olhar completamente fixo e esbugalhado.

- Ai meu Deus, o que houve querido. Senta aqui. Filóóóóó..... Um copo com água e açúcar pro Dr. Hermano pro favor. Rápido...

Recuperando um pouco do fôlego, mas ainda muito descontrolado ele olha bem para Suzana.

- Suzana, não quero te preocupar ainda mais... Mas vi o Sr. Marcelo saindo de sua garagem com...........

(Ricardo)

5 comentários:

Fábio Mayer disse...

...o Ronaldo Ésper, que consta, havia lhe emprestado a fantasia de papai-noel com a qual ele veio aqui agora pouco...

Fábio Mayer disse...

KCT!

Parem as máquinas!

(É sério) O cara foi encontrado morto!!!

malu disse...

Fabio
Acabei de ler no Globo on-line.
Temos que trocar de personagem.

suzana lanca um olhar frio o que faz que Dr. Hermano imediatemente se cale.

-Meus queridos, reuni voces aqui para dar uma noticia e terminar com todo esse disse me disse sobre minha vida privada.
Nisso todos os reporteres se aproximam quase derrubando Dr. Progestene, que ainda nao havia terminado seu curso intensivo via internet: "Como aparecer bem diante das camara", "Como lidar com a fama".
Desajeitadamente Dr. Progestene tenta se posicionar atras de Suzana procurando disfarcar a calva.
Suzana se irrita e diz:
-Saia ja dai Dr. Progestene!!!! A Global aqui sou eu! Eu sou a estrela desse filme voces sao somente meros figurantes. Entendeu!?
-Creuza, minha filha! Retoque meus labios e meus cilios...
-Valeska, meu lindo!! Quero meu cabelo igualzinho a comercial de shampooooooooooooo!!!!!Hahahahahahahahahahaha!!!!!
-E ai, meus indos, nao estou ma-ra-vi-lho-sa!!!Esse vestidinho "Versatxi" nao fica lindo com essas sandalias havaianas. Li que a Gisele, sabe a "Binxen" gosta de usar havaianas, entao eu vou usar tambem porque eh "xique".
-Bom agora vamos a sessao de fotos. Podem fotografar bastante. Nao se esquecam do meu melhpr angulo, photoshop nem preciso. Minha humildade de faz assim maravilhosa.
Bom, agora chega!!!
Declaracao:
-Nesse Natal, tirarei ferias prolongadas. Embarco hoje um "cruise" e retorno ao Brazil somente daqui um ano. Vou passear pelo mundo em busca da felicidade, encontrar amigos, familia...
Deixo Dr. Hermano tomando conta de todos os meu negocios nesse periodo.
Quem me deu "esse" presente!?
Acredite ou nao, na noite passada recebi a visita do Papai Noel, aquele bom velhinho barrigudo, de barbas branca que veste roupas vermelha. Sim, ele existe, basta que procuremos e estejamos disposto a encotra-lo dentro de cada um de nos.


p.s.: pelo menos na ficcao um final feliz, afinal eh Natal e eu ainda acredito no bom velhinho.
Se vcs nao concordarem podem trocar.
Beijos

TOM disse...

- Suzana, não quero te preocupar ainda mais... Mas vi o Sr. Marcelo saindo de sua garagem com um cara lá de goiás que acho que já vi naquele programa da globo, onde se mostra a cara dos bandidos. suzana revira os olhos e arfa, abrindo e fechando as narinas. ela aprendeu isso como técnica de interpretação e usava pra tudo. inclusive em uma ou duas novelas. ela diz: "mas gente, a essas alturas, desde que recebi convite pra ir passar o natal na granja do torto, com o presidente, nada mais me incomoda. é a coroação de anos de trabalho. eu não sabia que a dona galega gostava tanto de mim! não tenho tempo pra me preocupar com marcelo. se ele ligar, diga que pode pegar a mesada com o expedito. ele sabe que já diminuí o valor. agora, com quem ele chega ou sái, não é mais de minha conta. quero é estar bem chique e gostosa na festa do presidente. filó, avisa minhas assessoras que quero fotos em todas as revistas. avisa àqueles paparazzi da siqueira campos também. são viados mas são todos meus amigos. ah, manda um relogio m.officer pra cada um. agora, deixe-me ver, qual é mesmo o telefone do ronaldo ésper? preciso de um vestido abafante!"
enquanto isso, marcelo segue pra barra com seu novo amigo. era um homem caladão, com roupas e botas de cantor sertanejo, mesmo no calor saariano do rio de janeiro. o pouco que disse é que era dono de duas televisões em goiás e queria o ex- pm como âncora de um talk show. marcelo estava animado. era de manhã, quando ele chegou ao predio. o homem, estranhamente, pediu pra que ele não baixasse os vidros escuros. "fotofobia", disse ele. marcelo nem sabia o que era isso. mas, afinal, ali estava seu futuro. ele apenas piscou o farol para o porteiro, distraído com os travestis da avenida. um deles, o ex caso do jogador ronaldo. o carro entrou.
tom paixão

TOM disse...

não, não, vamos pro humor obama!