quinta-feira, maio 03, 2007

Fábio terminando o namoro

Prezada Otaviana de Albuquerque Pereira Lima da Silva e Souza,

Face aos acontecimentos de nosso relacionamento, venho por meio desta, na qualidade de homem que sou, apesar de V Sa. não me deixar demonstrar, uma vez que não me foi permitido devassar vossa lascívia, retratar-me formalmente, de todos os termos até então empregados à sua pessoa, o que faço com supedâneo no que segue:

A) DA INICIAL MÁ-FÉ DE VOSSA SENHORIA:

1. CONSIDERANDO QUE nos conhecemos na balada e que nem precisei perguntar seu nome direito, para logo chegar te beijando;

1.2. CONSIDERANDO seu olhar de tarada enquanto dançava na pista esperando eu me aproximar.

1.3. CONSIDERANDO QUE com os beijos nervosos que trocamos naquela noite, V.Sa. me induziu a crer que logo estaríamos explorando nossos corpos, em incessante e incansável atividade sexual. Passei então, a me encontrar com Vossa Senhoria.

B) DOS PREJUÍZOS EXPERIMENTADOS:

2. CONSIDERANDO QUE fomos ao cinema e fui eu quem paguei as entradas, sem se falar no jantar após o filme.

2. 2. CONSIDERANDO QUE já levei Vossa Senhoria em boates das mais badaladas e caras, sendo certo que fui eu, de igual sorte, quem bancou os gastos.

2. 3. CONSIDERANDO QUE até à praia já fomos juntos, sem que Vossa Senhoria gastasse um centavo sequer, eis que todos os gastos eram por mim experimentados, e que Vossa Senhoria não quis nem colocar biquíni alegando que estava ventando muito.

C) DAS RAZÕES DE SER DO PRESENTE:

3.1. CONSIDERANDO AINDA QUE até a presente data,após o longínquo prazo de duas semanas, Vossa Senhoria não me deixou tocar, sequer na sua panturrilha.

3.2. CONSIDERANDO QUE Vossa Senhoria ainda não me deixa encostar a mão nem na sua cintura com a alegaçãozinha barata de que sente cócegas.

DECIDO SOBRE NOSSO RELACIONAMENTO O SEGUINTE.

4.1. Vá até a mulher de vida airada que também é sua progenitora, pois eu não sou mais um ser humano do sexo masculino que usa calças curtas e a atividade sexual não é para mim, um lazer, mas sim uma necessidade premente.

4.2. Não me venha com "colóquios flácidos para acalentar bovinos" de que pensava que eu era diferente.

4.3. Saiba que vou te processar por me iludir aparentando ser a mulher dos meus sonhos, e, na verdade, só me fez perder tempo, dinheiro e jogar elogios fora, além de me abalar emocionalmente.

Sinceramente, sem mais para o momento, fique com o meu cordial "vá tomar no meio do olho do orifício rugoso localizado na região infero-lombar de sua anatomia" que esse relacionamento já inflou o volume da minha bolsa escrotal!

Dou assim por encerrado o nosso relacionamento,nada mais subsistindo entre nós, salvo o dever de indenização pelos prejuízos causados.

23 comentários:

Lets disse...

ô, Fábio! Coitado! Estou frouxa de rir até agora.

Fábio Max disse...

Eu preferiria métodos menos ortodoxos... contratava um jagunço, ou melhor, uma jagunça...

Lets disse...

Nossa, Fábio Max! Que as meninas não caiam em suas mãos! É, você faz bem em cobiçar aquela peituda (como é mesmo o nome dela?) Aquela com lábios de mocotó... ô, deus Deus, aquela americana horrorosa... Esqueci. Mas você sabe de quem estou falando. Esse tipo de problema você não teria.

Queria tanto saber de Juliá o que foi que ela achou do debatê entre Segô e Sarkô...

Fábio Max disse...

Meu cartão de crédito é muito sensível Lets, eu protejo ele!

Pois é... queria saber como foi o debate também, porque a petezada tá toda eriçada, dizem que vão eleger um Lula de saias para governar a Franca!

Daí a França, que já é um país decadente mesmo, desce de vez a ladeira da desesperança!

Lets disse...

Ahhh, isso quer dizer que se você se enrolasse com a ... (pô, esqueci mesmo), seria ela a fazer um documento cheio de chorumelas jurídicas, exigindo ressarcimento pelo tempo perdido, háááááá!

Fábio Max disse...

Com a.... (também esqueci o nome) não teria problema, porque ela é mi-li-o-ná-ri-a!

Ou seja, quem teria que se preocupar com documentos e declarações seria ela...

=)

Lets disse...

Raciocínio errado, Fábio Max. Ela é do tipo que não deita na riqueza. Está sempre trabalhando para, no mínimo, mantê-la. Quer ver?

Encontrei no sebo o livro proibido do Ruy Castro, sobre o Garrincha, e, obviamente, estou lendo. Ele casou muito cedo, com uma panaquinha lá de Pau Grande. Quando ganhou fama, mandou trazer uma antiga namorada-e-então-amante lá da sua cidade, a Iracy, se não me engano, já que a mulher não queria vir morar no Rio. Montou apê, comprou vitrola, geladeira, enfim, sustentava Iracy. Botava uns caraminguás em cima da mesa, pras despesas. Iracy pegava o que precisava e devolvia o resto. Certo dia, Lindinha Batista, que era sua vizinha e amiga, lhe disse: "Iracy, larga a mão de ser panaca! No dia que ele lhe der um chute no traseiro, como é que você vai ficar?"

Não cheguei até o fim da história, mas acho que a simploriedade de Iracy a levou pro buraco.

Vivi disse...

Muito educado e nada sensível. Esses advogado...

Túlio disse...

Eu tenho o livro, Lets. Vai com calma. A simploriedade (e, claro, a cachaça) do Garrincha o levou pro buraco...

Lets disse...

Ah, Túlio, mas essa é a única parte que eu já sabia. Na verdade, eu leio pra ficar sabendo de detalhes "no meio". Se eu não soubesse o fim, seria muito previsível.

Vivi, moral da história: jamais de la vie namore um advogado.

Fábio Max disse...

Também li o livro... a manguaça matou o Garrincha... porque essa desgraça não mata também o senhor presidente?

Luiz Lulla disse...

Pô seo Fábio!!!

Túlio disse...

Pô seo Lulla!!
É o pedido de um brasileiro, gente do povo.

Respeita, né?

Túlio disse...

"Esses advogado..." ?!?!

Vivi? Cê é petista?

malu disse...

Ficava mais fácil e barato terminar tudo como a mulecada de hoje faz, manda um torpedo.

Lets disse...

Que horror, Malu, terminar com um torpedo! Coisa de gente sem miolos, né? Como hoje já tive a minha carga de agüentar a burrice dos outros, estou intolerantíssima!

Fábio Max disse...

Caraca!

Se depender da Lets, morro solteiro...ahahahaha...ou rasgo o diploma!

Fábio Max disse...

Túlio,

A Vivi não é petista, ela só esqueceu de digitar o "s".

Se petista fosse teria escrito:

ADEVOGADO JURÍDICO!

Lets disse...

É mesmo, Fábio Max. "Adevogado" tem mania de regular a mixaria. Eu mesmo tenho uma amiga que casou com um, e na hora da separação ele exigiu a geladeira (que ela tinha comprado com o próprio dinheiro). O que ela fez? Mandou-lhe a geladeira janela abaixo. Grande Kuki, grande Kuki!

Túlio disse...

Minha ex-mulher, de amarga lembrança, também era (ainda é?) adevogada. Larguei tudo pra trás. Saiu mais barato.

Fábio Max disse...

Se um dia em casar, o que acho, não vai acontecer, e na hipótese mais remota ainda de separar, ela pode levar tudo o que tiver dentro de casa menos os meus livros, meus CD(s), meu cachorro e o papagaio que pretendo comprar....

Tentando falar sério:

Com o regime supletivo de casamento sendo o de separação parcial, a única dúvida que resta, em 99,9% dos casos de separação é partilha justamente sobre os utensílios domésticos...

Julia disse...

Queridos antes de me ausentar por lonnngoss momentos venho aqui neste dialogo que conheço muiiitoo!

Bom vocês me fizeram rire nada mal,pois estou precisando muito rire!

O assunto ai de separação me faz dar gargalhadas hehehahazhahahahaha

Conheço uma amiga mui amiga hahahahaha que esta passando por prteblemas identicos hahahahaha le problems é que l'avocat esta supresooooooooo porque minha amiga não quer pratilhar nada ela deixa tudo e se manda com uma valise de papelão hahahahahahaha cela o adervogado esta espantado e mesmo pra deixar tudo pro home é nescessario fazer dossiés pra listar tudooooooooooooo ô xente jamais estoi tentando covencer minha amiga de se mandar e deixar como esta de tanto que é pegajoso separar com ad"e"vogado Ô TRISTETEZA!hahahahahaha

malu disse...

Fábio
Toma cuidado quando for se separar por que ela (sua futura esposa ex-eposa) só pra azucrinar vai justamente querer os CD's, os livros e o papagaio que foi o motivo da separação porque ela odiava ele, mas... e o 'seo'juiz vai entregar tudinho para ela, essa é a justiça imparcial.

Meu marido quando se separou ele queria somente a máquina fotográfica e ela quiz o que? Adivinha?