terça-feira, fevereiro 27, 2007

'Baixo clero' quer aumento de 28,1%

A reunião da mesa diretora da Câmara dos Deputados, que deve ser iniciada em instantes, vai discutir uma proposta que tem sido mantida sob sigilo para evitar o "clamor" contrário da opinião pública. Representantes do chamado "baixo clero" vão apresentar uma proposta de reajuste de 28,1% em um dos itens que compõem a remuneração dos deputados, a "verba indenizatória", hoje fixada em cerca de R$ 15 mil mensais. O reajuste corresponderia à soma das "perdas" da inflação. O presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia, que na campanha prometeu o aumento, agora desconversa, por isso ainda se desconhece sua posição em relação a essa proposta do "baixo clero".
(Claudio Humberto)

E a pergunta: alguém por acaso duvida do resultado dessa votação?

5 comentários:

Fábio Max disse...

Caraca, como esse baixo clero é baixo!

Vivi aniversariante disse...

Túlio,

Olha só, você não sabia, mas hoje é meu aniversário. Então, por favor, coloca um post mais animadinho, please?
Quero comemorar meus 25 verões (não sei pq as pessoas só completam "primaveras") rindo. Deputado é assunto mt baixo astral. Me recuso a comentar.

Fábio Max disse...

Vivi,

Parabéns!

Ô Túlio! Dá uma forcinha aí e anime o aniversário da Vivi!

=)

Vivi aniversariante disse...

Obrigada pela força, Fábio!
bjs

Leticia disse...

Eu cheguei à conclusão que a carreira política é a última alternativa de um cerumano aqui no BR. Só tem pária, pô!