quarta-feira, fevereiro 28, 2007

Marido compreensivo


16 comentários:

Leticia disse...

Pagou mico, a incompetente. Quem manda depender de marido? Bem feito! Agora é que ela vai sentir o puder do dinheiro, ah, se vai!

Julia disse...

Tulio,

Este assunto de marido que paga motel,este não se pode julgar de maneira alguma nem a mulher nem o marido!

Acho que casos assim as vezes pode se tratar de sado/maso.

A mulher vivendo as custas do marido,não significa que ela seja uma incapaz de não ter o proprio dinheiro dela.

Ja ajudei mulheres em situações dificeis onde os maridos causavam muitos problemas de toda origem e muitas mulheres se encontram em situação indefesas e as reações contra algo que não esta certo na vida delas pode levar a qualquer atitude como esta ai descrita no jornal.Nunca se sabe se ela fez com algum proposito.Casos comportamentais relevam de caso medico psycotherapeutico!

Túlio disse...

Julia,

Não julgo, nem ligo. E nem acho gozado, pois quem acha tudo gozado é a faxineira do motel.

Como eu disse: marido compreensivo.

Túlio disse...

Letícia,

Nem todo mundo é como nós, não é mesmo?

Julia disse...

Tulio,

Compreendi perfeitamente que você não esta fazendo julgamento do fato.

Meu comentario foi no sentido de colocar um pouco de reflexão, na situação dos brasileiros, onde a maioria vive baseado nos prejugados...

Estou de acordo com você que o marido agiu corretissiiimoo!

Alias, o ato dele, denota que ele é inteligente, de grande tolerancia e "respeito" quanto a atitude da esposa...

Bjs

Fábio Max disse...

É o que eu chamaria de "corno manso"... mas vindo de Paranaguá, não me surpreende.

tom paixão disse...

a cool guy.
eu faria o mesmo.
e olha que, como voce, tulio(EPA!), sou mineiro.

Fábio Max disse...

Túlio,

Você e o Tom fariam o mesmo?

É esse o costume em Minas?

Ô trem esquisito sô!

Túlio disse...

Não faço isso, não. Essa eu deixo pro Tom.

Julia disse...

Fabio,

Não se engane por favor! O Tulio esta deixando para o Tom a moça do recorte do jornal!!!!!!!

malu disse...

........................
!?!?!?!?!?

Leticia disse...

Julia, é claro que fiz uma análise meio maloqueira, aliás, a minha abordagem preferida.
Sei lá da vida deles! Mas que acho muito estranho uma mulher sair pra um motel sem um dinheirinho de reserva, ah, isso acho!

malu disse...

Leticia.
Acho que voce fez uma analise realista. Tenho uma grande amiga que eh advogada de vara de familia e vc fica sabendo de cada caso.
Lendo a noticia me questiono:

-um amante vai p/ o motel sem dinheiro?
-qual a idade do marido?
-havia realmente a necessidade de se lavrar um B.O.?
-no Brasil existe ainda crime de adulterio em caso de divorcio o marido ta com tudo.

Acredito que essa moca vai sim sentir a "o puder do dinheiro".

Julia disse...

Minhas queridas Leticia e Malu,

Claro que estou de acordo com vocês e se vocês puderam observar meus comentarios sobre assunto marido e mulher podem verificar que sou completamente de acordo com vocês!

Mas precisei fazer um comentario pra que os brasileiros que por acaso surfam na internete e vê o post vai ler os commentaires e verão que alguem meteu o bedelho sobre os prejugados que no brasil é muito forte na classe social baixa e são tão desmunidos de senso que acabam com a vida dos outros e sempre são as mulheres que levam a pior ...SEI E DIFICIL QUE VOCÊS ME ENTENDAM.Mas pode ser um grão no reflexo da baixaria que adora fazer julgamentos baseados em religião etc...Bom continuo achando que o marido não foi compreensivo acho que ele foi repeituoso da situação humilhante em que a mulher se encontrou...!

malu disse...

Julia.
Eu entendi o que vc quis dizer sim. Soh aproveitei o gancho da Leticia para alertar o que ocorre na "calada" e infelizmente nao ocorre somente na classe baixa nao. Minha amiga nao pega "causa pequena" e a filha do meu marido esta estagiando na promotoria publica e diz que eh igual.
Nos paises latinos eh assim: Qdo o homem trai "ele eh machao, viril, etc..", se a mulher trai "prostituta, sem-vergonha, etc..."
Vide os comments gerados.

Inclusive achei o "post" de um mal gosto tremendo. Assim como vc penso que assuntos assim deveriam e devem ser tratados entre "quatro" paredes.

Julia disse...

Malu,

Aqui na France é tambem HORRIVEL ao ponto que certos maridos tem a audacia de mandar as esposas sair da casa deles e as coitadas saem e "perdem os direitos"...existe casos de assinatos e um dia um medico fez um alerta em um programa de radio chamando atenção que o numero de assassinatos de mulheres cometidos pelos maridos,esta preocupante porque por aqui as mulheres que decedem por violencia conjugal esta maoir que as mortes ocorridas por doença ou acidentes de carro etc...AS VITMAS SÃO DE CLASSE SOCIAL ALTA MEDIA E BAIXA!

Em julgamentos onde fica estabelicido que os conjugues continuam morando no mesmo teto, mas são separados juridicamente, e muito corrente e existe casos do casal morarem em mansão de modelo igual castelo, muitas vezes é decidido pelo juiz que cada conjugue ocupa um lado distinto da propriedade...Isto acontece porque as vezes a propriedade é herança da familia da mulher e o marido não aceita, largar o conforto e status, de morar em propridade herdada da esposa...existe os pobres que so tem um banheiro uma cozinha etc...e é determinado O HORARIO que cada um deve usufrir dos tais comodos...

Realmente é dificil a vida das mulheres que nem conta em banco as coitadas tem.a VIDA DELAS em geral é tão resumida nos afazeres domesticos que se tornam verdadeiro LEGUME sem condições de saber levar em frente a vida delas porque se tornam incapazes.

Existe a associação de defesa das mulheres, mas não acho muito eficaz e certos juizes...(...)Enfim a sociedade Française é PATRIARCAL...!!!!!!!!!!!!!!