quarta-feira, fevereiro 07, 2007

Clodóvil, o grande



Clodóvil fez sua estréia na tribuna da Câmara em grande estilo. Puto com o barulho, comparou o plenário a um “mercado”. Cutucou Paulo Maluf. Ao final, irritou-se com o presidente da Casa, que lhe cortou a fala antes que pudesse se despedir do plenário.

"O senhor Chinaglia me botou para fora sem dizer nada, é muito mal-educado. Eu ouvi ele uma hora falando no meu ouvido quando queria o meu voto. Eu não preciso dele para nada. Estou aqui por desejo das pessoas e não dele", disse, depois de descer da tribuna.

Clodóvil discursou por cerca de 20 minutos. Os cerca de 200 parlamentares que estavam presentes, como de costume, travavam diálogos paralelos.Foi quando Clodóvil subiu nas tamancas.

“Fala-se muito em decoro parlamentar. Eu não sei o que é decoro com um barulho desses enquanto a gente fala. Aqui parece um mercado. Isso aqui representa um país? Nem na televisão, que é popular, se faz isso", disse. Fez-se um silêncio sepulcral.

Na seqüência, Clodóvil cutucou Paulo Maluf (PP-SP). “As pessoas egoístas não conseguem nada. Se até o corpo fica debaixo da terra, imagine os atos, não é doutor Paulo Maluf?” Maluf respondeu à provocação com elogios.

“Quero lembrar para os que não o conheceram pela televisão que vossa excelência fala, através da sua argumentação, aquilo que com sinceridade pensa. Com certeza que será um dos mais ativos e polêmicos membros dessa Casa”.

Clodóvil agradeceu. Mas voltou a espicaçar o colega. Disse que se tornou “conhecido em todo país graças a trabalho e não por coisas desonradas”.

Eu tinha que estar lá!

9 comentários:

shirlei horta disse...

Já deu show. Agora, vamos ao trabalho. Que é o que nos interessa.

Vivi disse...

Concordo com a Shirlei. Estou cansada de discursos inflamados. Quero menos falatório e mais ação eficiente.

malu disse...

Adorei!!! Queria estar la no "guargarejo", faria questao de aplaudir em pe.

Por enquanto ele tem meu voto de confianca, vou aguardar antes de criticar.

Leticia disse...

É, Malu, mas isso tudo não tem importância alguma. Preferiria não estar pagando pra ele falar o que antes falava na TV, e que saía de graça pra mim (parece até que eu não perdia um programa seu!). O problema é que ontem a gente viu uma pequena amostra do que rolará nos próximos anos. Será só isso, e ocupará um espaço enorme na mídia. Só.

Julia disse...

Tulio,

Concordo com todos. mas o comentario da Malu me parece bom levando em conta a generalidade das covardias!

Túlio disse...

Eu já comprei cadeira cativa na platéia do congresso.

Fábio Max disse...

Eu já sou de opinião contrária à de vocês.

Quero que o Clodovil dê show todos os dias, que arme barracos monumentais, que faça barulho e que chame a atenção do povão pro Congresso nem que seja na base da piada mesmo.

Quanto mais gente acompanhar as sessões da Câmara, mais pessoas terão consciência de como aquilo funciona e aprenderão a cobrar, por meio do voto, os senhores parlamentares.

Ele nem precisa legislar, apenas o fato de chamar a atenção para os descalabros daquela casa já fará dele um ótimo deputado!

francafranqueza disse...

Ola vocês!

Gostei do comentario do Fabio Max!
Tem muito sentido se o Clodovil fizer show.Forçamente vai atrair as atenções dos jornais e tvs.A massa brasileira vai prestar atenção aos excessos dele e na tangente fixa a curiosidade pra questão atual em que se encontra este Brasil.

tom paixão disse...

mas num é só trevessá a rua, seu andrade?
e só fabio dá aos comentários o max(ui).