quarta-feira, fevereiro 14, 2007

Origem da propaganda do BB

6 comentários:

Leticia disse...

Um amigo me disse que essa propaganda brilhante (e cara) pegou mal junto aos setores organizados da sociedade bancária pública organizada, que alegou que esse negócio de Banco do Bruno, Banco do Pedro, induzia o insconsciente coletivo à idéia de privatização (estou falando sério!). De fato: duas agências aqui perto de casa tiveram dois trabalhos: colocar a baboseira e tirar a baboseira. É nisso que nosso dinheiro vai.

malu disse...

Ueh, e o BB nao eh o banco do Ruy? do Ze Rubens?, da Sonia?, da Claudia?

Pelo menos quando eu ia la na agencia eles me tratavam como se fossem os donos do banco e estavam fazendo um enooooorme favor em me atender.

Leticia disse...

É mais por aí, Malu. A Caixa Econômica também, por uma experiência similar que tive lá. Mas esse aspecto não convém botar na propaganda.

Fábio Max disse...

A Malu é que tá certa...

Qualquer pobre mortal que entre nessa instituição financeira é obrigado a aguentar que, entre um atendimento ou outro, o digníssimo proprietário do banco, o atendente, vá beber um cafezinho.

Na volta, ele traz alguma norma estúpida e sem sentido que causa enormes problemas pro cliente.

Também tive uma experiência deveras traumática com esse bando...

Vivi disse...

Bom... sem querer ser advogada do diabo. Eu nunca tive problemas com o banco e gostava da propaganda. Adorei quando acessei minha conta e apareceu "Banco da Vivi". Ok, ok.. podem dizer que eu sou bobinha, mas que eu achei divertido, eu achei.

Luiz Lulla disse...

É a mesma agência de pubri cidade que eu contratei pra pintar meu carro zero da Alto Iscola.