quinta-feira, abril 24, 2008

Super gafe

O presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), já tem seu lugar de honra garantido no almanaque do folclore político nacional. Num encontro de empresários no sul da Bahia, saudou Viviane Senna e a comparou à Joana D'Arc, heroína francesa que morreu na fogueira da inquisição. Surpresa, Viviane disse que preferia não morrer como a francesa.
E Garibaldi emendou: "Seu irmão já acabou daquele jeito. Não vou querer que a senhora tenha um fim trágico".
A platéia manteve um silêncio mais do que constrangedor.
(Coluna Giba Um, 24/04/2008)

11 comentários:

Fábio Mayer disse...

É o que eu chamaria de uma emenda pior que o soneto...

Sagesse disse...

Pelo menos ele é só presidente do Senado, não da República ^^.

Sagesse disse...

Ah, sim: o q tem a ver Viviane Senna com Joana D'Arc? A magreza?

Mônika Mayer disse...

Mais um da série "dãããã"...

Estamos tãããão bem representados!!

Fábio Mayer disse...

Hummm...deixe-me ver:

Joana D'arc foi heroína francesa e Viviane Senna é irmã do Ayrton Senna, que de herói brasileiro não teve nada...

O senador surtou legal!

Leticia disse...

Dise tudo, Fábio!

Tã tã tããããã.... tã tã tãããããã.....

malu disse...

A cia. de agua de Brasilia deve estar pondo "alguma" coisa na agua desse povo. Num eh possivel. Deve ser a agua.

Fábio Mayer disse...

É mesmo...

a água!

Túlio disse...

Por isso eu evito tomar água...

palhaço Tuião disse...

... prefiro pinga.

Mônika Mayer disse...

Prefiro vinho tinto. É mais chic...