quarta-feira, março 28, 2007

Banheiro público

Minha mãe ficava histérica com os banheiros públicos, quando pequena me levava ao banheiro, me ensinava a limpar a tampa do vaso com papel higiênico e cobrir cuidadosamente com tiras de papel em toda a borda. Finalmente me instruía: "Nunca, NUNCA se sente em um banheiro publico".

Logo me mostrava "A posição" que consiste em se equilibrar sobre o vaso em uma posição de sentar sem que o corpo entre em contato com o vaso. Isso foi há muito tempo, mas ainda hoje em nossa idade adulta, "a posição" é dolorosamente difícil de manter quando a bexiga está quase estourando. Além do que é muito perigoso, pois a bacia pode quebrar e ser fatal.........oh, até isso temos que enfrentar.

Quando você "tem que ir" a um banheiro público, sempre encontra uma fila de mulheres que te faz pensar que as cuecas do Brad Pitt estão à venda pela metade do preço. E assim espera pacientemente e sorri amavelmente às outras mulheres que também estão discretamente cruzando as pernas.

Finalmente é a sua vez, você olha cada cubículo por baixo da porta pra ver se não há pernas. Todos estão ocupados, mas finalmente uma porta se abre e você entra quase jogando a pessoa que está saindo. Você entra e percebe que o trinco não funciona, mas não importa...

Você pendura a bolsa no gancho que tem atrás da porta e, se não tem gancho, você a pendura no pescoço mesmo, enquanto se equilibra, sem contar que a alça da bolsa quase corta a sua nuca, porque está cheia de porcarias que você foi jogando dentro, das quais não usa a maioria, mas as tem aí, para o caso de "e se eu precisar?"

Mas, voltando à porta... Como não tinha trinco só lhe queda a opção de segurá-la com uma mão, enquanto com a outra você abaixa a calcinha e fica "em posição"... Alívio... Ahhhhhh... Mais alívio, aí é quando suas pernas começam a relaxar e você adoraria sentar, mas não teve tempo de limpar o vaso e nem cobrir com papel, nessa hora você quase tem um treco de tão aliviada, ai dá uma desequilibrada e erra a mira. Pronto, o suficiente pra ficar molhada até as meias, e é óbvio que dá pra notar.

Para afastar o pensamento dessa desgraça, você procura o rolo de papel higiênico... Maaaas... o rolo tá vazio! E as suas pernas continuam querendo relaxar. Ai você lembra de um pedacinho de papel que tá na bolsa, meio usado porque você já limpou o nariz com ele, mas vai ter que servir, você amassa ele pra absorver o máximo possível, mas ele é muito pequeno, e ainda tá sujo de meleca.

Nisso alguém empurra a porta e, como o trinco não funciona, você recebe uma baita portada na cabeça. Aí você grita "tem genteeeeee" enquanto continua empurrando a porta com a mão livre e o pedacinho de papel que você tinha na mão cai exatamente em uma pequena poça que tinha no chão e você não sabe se é água ou xixi...

Ai você vai de costas e desequilibra, caindo sentada no vaso. Você se levanta rapidamente, mas já é tarde, seu traseiro já entrou em contato com todos os germes e formas de vida do vaso porque VOCÊ não o cobriu com papel higiênico, que de qualquer maneira não havia, mesmo se você tivesse tido tempo de fazer isso.

Sem contar o golpe na cabeça, o quase corte na nuca pela alça da bolsa, a espirrada de xixi nas pernas e nas meias, que ainda estão molhadas... A lembrança de sua mãe que estaria terrivelmente envergonhada de você, porque o traseiro dela nunca sequer tocou o assento de um banheiro público, porque, francamente, "você não sabe que tipo de doença poderia pegar ai".

Mas a aventura não termina ai... Agora a descarga do banheiro, que tá tão desregulada que jorra água como se fosse uma fonte e manda tudo pro esgoto com tanta força que você tem que se segurar no porta-papel (quando tem) com medo de que aquele negócio te leve junto e te mande pra China.

Ai é finalmente quanto você se rende, está ensopada pela água que saiu da privada como uma fonte. Você está exausta. Tenta se limpar com uns papeizinhos de chiclete Trident que estavam na bolsa e depois sai discretamente para a pia. Você não sabe muito bem como funcionam as torneiras automáticas também, e então dá uma limpadinha nas mãos com saliva mesmo e seca com toalha de papel.

E sai passando pela fila de mulheres que ainda estão esperando com as pernas cruzadas e nesse momento você é incapaz de sorrir cortesmente. Uma alma caridosa no fim da fila te diz que você tá com um pedaço de papel higiênico do tamanho do rio Amazonas grudado no sapato! Você puxa o papel do sapato e joga na mão da mulher que disse que tava grudado e lhe diz suavemente: "Toma! Você vai precisar!" e sai.

Nesse momento, seu namorado ou marido que entrou, usou e saiu do banheiro masculino e teve tempo de sobra pra ler " Guerra e Paz" enquanto esperava, te pergunta: "Porque demorou tanto?" É nessa hora que você dá um chute no saco dele e o manda pra puta que o pariu!

Isto é dedicado a todas as mulheres de todas as partes do mundo que já tiveram que usar um banheiro público.

E finalmente explica a vocês, homens, por que nós demoramos tanto!!!!!

Enviado pela Vivi

38 comentários:

Fábio Max disse...

Era um dos mistérios da humanidade que eu tencionava desvendar antes de morrer!

Vivi disse...

Não morre ainda não, Fábio, morre não!
Mas agora vocês já sabem o que sofremos...

Fábio Max disse...

sei não Vivi...tô nas últimas!

=(

Agora que já conheço um dos maiores mistérios da humanidade, a vida perdeu o sentido!

Eu fazia complexos cálculos mentais e divagações filosóficas a cada vez que esperava uma namorada na porta do WC do cinema e agora, tudo isso se esvaiu nesse post!!!

Hoje não tenho namorada...e pior de tudo, não tenho nem mais as divagações filosóficas e os cálculos.

Não há mais razão para prolongar esse martírio... =(

Julia disse...

Eu não tenho problemas desta natureza!

1) Não uso banheiro hororoso em nenhum lugar porque evito lugar frequentar lugar hororoso.

2)Caso entre em algum bar, restaurante ou loja etc... e se no momento de alguma urgencia,eu encontrar tudo o que esta descrito na lista,simplesmente meu cerebro bloqueia qualquer pensamento de urgencia e NUNCA MAIS O BAR OU A LOJA NÃO TERÃO MEU DINHEIRO!!!

Sou terrivel a tal ponto que procuro frenquentar somente lugares onde o serviço chega até aos toilletes.

3)Na minha bolsa existe produtos pra não utilizar nada ofertado pra higiene apos urgencias.Não ponho a mão em maçanetas das portas publicas, dou um empurão com o cotovelo vestido com mangas da roupa hehehehehehehe

Aqui as torneiras são automaticas com basta colocar as mãos que a gua é servida.

As descargas são dadas com a ponta do pè atravez de pressão etc...

Na minha concepção de assuntos wc acho que se um restaurante ou bar não tem lugares pras urgencias que estejam em permanencia limpos ou adequados em instalações pra receber um numero importante de pessoas, acho que não vale continuar frequentar!

Sou chatesimaaaaa sou capaz de usar um lencinho pra segurar qualquer maçaneta caso esteja com roupa sem manga ate os cotovelos hehehehehehehehehehe

malu disse...

Julia.
Essa situacao descrita se aplica ao Brazil e alguns outros paises q ja fui q nao cabe aqui comentar.

Felizmente, para nos 2, os WC aqui e na Europa se apresentarem assim como o descrito no text o estabelecimento comercial e close.

Agora tenho q confessar que ja passei situacao como essa.

Ri muito do texto qdo terminei tive que ir ao WC ainda bem q o daqui de casa esta sempre clean, eu cuido muito bem.

malu disse...

Fabio.

Voce esta sozinho pq quer, as mulheres se jogam aos seus pes e voce fica dano uma de dificil.

Túlio disse...

Malu?
Lavou as mãos?

Vivi disse...

Claro que ela lavou, Túlio! Imagina se Malu, essa mulher toda-toda apareceria aqui no blog de mão contaminadas por "bactérias banheirísticas"?

Júlia, sorte tua que teu cérebro trava a "situação de emergência"...

Fábio, pode parar com essa história de morte! Ai, ai, ai!

malu disse...

Tulio.

So nao lavei a mao como desinfectei bem com alcool.

A Vivi ta certissima voce acha que eu iria aparecer aqui com as maos cheia de bacterias? (nao precisa responder)

Fábio Max disse...

Tenho um amigo que, quando entra num restaurante que não conhece, vai direto no banheiro.Diz ele que, se o banheiro for impróprio, dá tempo de desistir do resto...

É uma filosofia...falando em filosofia...=( =( bu...buáaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, estou imensamente deprimido porque a Vivi fez aminha vida perder sentido!!! buáaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!! =( =( =(

Malu,

Quem dera!!! Quem dera!!!

Túlio disse...

É!
Quem dera!!
Quem dera!!

tom paixão disse...

ah, é por isso?
e eu que já terminei romances não começados por achar que a pobre sofria de prisão de ventre.
droga!
ei, tulio/fábio:quando voces vão ao banheiro lavam as mãos antes ou depois do número um?

Fábio Max disse...

Cuméquié, Tom?

Lets disse...

Meu ex sempre diz que lava a mão ANTES. Ele é tão limpinho não não precisa lavar depois.

Julia, tem uns banheiros por aqui em que você não precisa nem dar a descarga, porque o sensor está na porta, e é ativado quando você a abre pra sair. Quando encontro um desses me sinto no céu!

malu disse...

Ai, e aqueles banheiros q a gente aperta um botao e o cover do assento da privada troca sozinho...q paraiso.

Lets disse...

É, Malu, isso é ótimo. Mas eu guardei no inconsciente as coisas que mamãe falou - mesmo caso da Vivi. Não sento, não sento e não sento. Sabe por quê? É que imagino o espaço dentro da privada como uma grande colônia de bactérias flutuantes. E corro o risco de o xixi cair bem na agüinha e voltar junto com um monte de mocinhas prontas pra uma excursão dentro de moi. Por isso me posiciono pro xixi cair no tobogã da privada. Eu sei que beiro a paranóia, mas...

Lets disse...

Vejam vocês como são as coincidências da vida. Acabei de receber:

O QUE É UM CHURRASCO

O churrasco é a única coisa que um homem sabe cozinhar. Quando um homem se
propõe a realizar um, a cadeia de acontecimentos é a seguinte:

01 - A mulher vai ao supermercado comprar o que é necessário.

02 - A mulher prepara a salada, arroz, farofa,vinagrete e a sobremesa.

03 - A mulher tempera a carne e a coloca numa bandeja com os talheres
necessários, enquanto o homem está deitado próximo a churrasqueira,bebendo
uma cerveja.

04 - O homem coloca a carne no fogo.

05 - A mulher vai para dentro de casa para preparar a mesa e verificar
cozimento dos legumes.

06 - A mulher diz ao marido que a carne está queimando.

07 - O homem tira a carne do fogo.

08 - A mulher arranja os pratos e os põe na mesa.

09 - Após a refeição, a mulher traz a sobremesa e lava a louça.

10 - O homem pergunta à mulher se ela apreciou não ter que cozinhar e,
diante do ar aborrecido da mulher, conclui que elas nunca estão
satisfeitas.


DIREITO DE RESPOSTA (Escrito por um homem)

01 - Nenhum churrasqueiro, em sã consciência, iria pedir à mulher para
fazer as compras para um churrasco, pois ela iria trazer cerveja Kaiser ou
Schincariol, um monte de bifes, asas de frango e uma peça de picanha de
4,8Kg que o açougueiro disse ser "Ótima", pois não conseguiu empurrar para
nenhum homem.

02 - Salada, arroz, farofa, vinagrete e a sobremesa,ela prepara só para as
mulheres comerem. Homem só come carne e toma cerveja.

03 - Bandeja com talheres? Só se for para elas. Homem que é homem come com
as mãos.

04 - Colocar a carne no fogo??? Tá louca??? A carne tem que ir para a
grelha ou para um espeto que, a propósito, tem que ser virado a toda hora.

05 - Legumes??? Como eu já disse, só as mulheres comem isso num churrasco.

06 - Carne queimando??? O homem só deixa a carne queimar quando a mulherada

reclama: "Não gosto de carne sangrando"; "Isto está muito cru"; "tá
viva??"...Após a décima vez que você oferece o mesmo pedaço que estava ao
ponto uma hora antes, elas acabam comendo a carne tão macia quanto o espeto

e tão suculenta quanto um pedaço de carvão. -

07 - Pratos? Só se for para elas mesmas!

08 - Sobremesa? Só se for mais uma Skol.

09 - Lavar louça? Só usei meus dedos!!! (e limpei na bermuda).

Túlio disse...

Tom, antes E depois.

Antes por respeito, depois por higiene.

Túlio disse...

Letícia,
ainda bem que teve resposta, senão eu mesmo ia responder...

Vivi disse...

Pois é.. eles ficam falando que só comem a carne em um chirrasco,mas deixa de fazer a combinação arroz + farofa + molho + maionese para ver se não reclamam! Lá em casa é assim, basta faltar um desses itens que logo vem uma reclamação. Normalmente não é de nenhuma mulher.

Lets disse...

Não senhor, Túlio, você ainda não respondeu: vai fazer churrasco na laje?

Lets disse...

hummm, postei no lugar errado. Mas todo mundo entendeu, né?

Anônimo disse...

VIVI,

Meu caso é ve-ri-di-co!!!!

Meu circulo restrito de pessoas ja sabem e conhecem meus tra-la-la ao ponto que quando vamos ao restô, a decisão final da escolha sou que faço senão a noite de todos se tornam um PE-SA-DE-LO!!!!

Encrenco durante todo o tempo e as taças da mesa eu passo agua mineral pra enxaguar e ter certeza que pelo menos não engulo poeira perdida nas taças heheheheh

Em momentos assim nem me pergunte se quero chopp? porque nem quero ver chopp em copo que adivinho a saliva do outro que tenha usado pra beber chopp!

Tem uma serie na tv que se chama: MONCK.O detetive DA SERIE, na hora de dar aperto de mão, ele disfarça e da a mão, quase tirando, sem querer pegar a mão do outro... hehehehehe eu sou UM POUCO solamente umpouquito,igual o detetive.Quando estou em situação onde a pessoa não me inspira ter lavado as mãos, pego a mão da pessoa, com desejo de tirar rapidamente hehehhehehehehe

Malu,

Aqui tem restaurantes sujesimossss e existem muitos com otima aparencia mas ja aconteceu de vermos pratos de salade de alface com minhocas brancas e fizemos o maiopr escandalo e os donos simplesmente disseram "ousadamente" que as "minhocas" eram inevitaveis pela grande trabalho que eles tem na co-zi-nhaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!

Por esta razão que pesquiso bem onde ir!!!!

Quanto ao toalete que se lava sozinho este ai é meu sonho de consumo em breve!!!!!!

Lets,

Em São Paulo existe mas modernismo em instalações como você se referiu que a descarga é dada na abertura da porta...

Aqui precisaria de algo assim porque os Française "esquecem" de puxar descarga e colocam as bolsas no chão etc....

Particularmente acho que o wc deveria ser um lugar belissimo e espaçoso no minimo uns 12m2 atenção falo somente do wc.sE EU GANHAR NA LOTO vou mandar contruir um wc parasidiaco com vista para o mar E NO CENTRO DA CASA hahahahahaha porque cheguei a conclusão que nosso dinheiro ,vai TUDO NO Walter Close!!! vamos au restô temos que eliminar,"COMEMOS" e logico vamos ao WALTER CLOSE hahahahaha enfim sem o WALTER morremos niet finiteeeeee acabare la vie !!!!!!!

Túlio disse...

Até faço. Mas meu churrasco é assim: Vou no supermercado e fico esperando alguém pedir pra limpar a carne. Eu pego aquele lixo e jogo no carvão, só pra dar um cheirinho. Geladeira lotada de cerveja, que afinal é produto de primeira necessidade.

Geralmente não me lembro do churrasco depois...

Lets disse...

Que horror, Tulio!!!!!

Julia, bolsa no chão aqui nem pensar. Ao contrário do que se pensa, aqui não só os homens têm um problema de mira. As mulheres também. O chão fica todo molhado, e além desses problemas todos que a Vivi enumerou temos que ficar suspendo a barra da calça pra ela não encostar no chão.
Isso fora a nojeira que fica no lixo. Custa embrulhar o absorvente num papel? Ô nojo!

Túlio disse...

Já entrei em vários banheiros femininos e posso assegurar: é mais nojento que o masculino.

Lets disse...

Tem toda razão, Túlio, não tenho como não dar a mão´à palmatória. No masculino, pelo menos, é só xixi. Peraí que vou achar um e-mail e te mandar, pra ver se você quer postar.

Túlio disse...

recebi, Lets. Pode ser o próximo poste. A conversa tá rão banheiral que acho que vou botat a foto do Clodóvil de novo...

Lets disse...

Então coloca, Túlio. Você pode lançar um novo gênero em blogs: "1a. Ciberjornada sobre Banheiros e seus Usos: Caráter Epistemológico e Abordagem de Massa: Perspectivas para o Século XXI: uma Análise".

Túlio disse...

Leticia, minha filha!! Tem mercado presse negócio de inventar título de tese, viu?

Fábio Max disse...

PQP!!!

Esse blog tá nojento... tão misturando banheiro com churrasco meu Deus do céu!!!

Lá no Rio Grande não tem nada disso, não...

Churrasco lá, limita-se a uma costela recém tirada do boi e sal grosso no fogo-de-chão... e como é tudo campeiro, se arruma xirú porque casinha só tem no povo, de modo que, coma muito, até se empanturrar e seja macho, deixe para ter desarranjos beeem depois, porque onde tu vai se aliviar, nem papel higiênico vai achar!

Outra refeição, só depois de banho no arroio com bombacha e tudo!

Lets disse...

hã?

Julia disse...

Lets,

O Tulio tem razão tem mercado pra TUDOOOO e a ideia é excelenteeeee

Churrasco aqui acompanhamos com BATATA que enrola no papel aluminio e coloca-se na brasa ou no forno com casca e é UMA DELICIA acompanhando qualquer carne grelhada acompanhada de cerveja ou vinho carnes grelhadas eu adorooo!

Os homens nem pergunto nada ja dou o encargo das tarefas por que NÃO TENHO TENDENCIA PRA SER AMELIA E NEM FADA DO LAR!!!

Eu tambem prefiro uma carninha e não gosto de compliqueichon por que gosto tambem de curtir as cervejas com carneeeee e batata a vapor na brasa!

Julia disse...

Fabio,

Eu ja fiz excursão na floresta e dormia nas aldeias de ameridiens.

Visitamos jugares onde ainda existe descendentes de escravos que fugiram e se refugiaram na floresta e de la nuca mais sairam e as condições são durezimasss...Cada turista tinha sua sacola e seus produtos de higiene etc...mas por la tinha um buraco no chão e um dos menbros da excursão caiu dentro do tal buraco e ficou traumatizado que não saia do rio se lavando sem pararrrrr

Mas o churrasco que a agencia de peixe freescoo era sensa com sabor delicioso

Lets disse...

O que tinha no buraco que o cara se lavava sem parar, Julia?

Julia disse...

Lets,

Imagine, todos os creeemeesss dos toilletes citadinos!!!!

No buraco sem evacuação,tudo resta estagnado e alguem que caiu no buraco,ficou totalmente mal perfumado e cobertinho de todos creeeeemeeeessss mal odorantes!

Lets disse...

Olha só o que não é a natureza, não...!

Túlio disse...

credo.